14/06/2016

Os “Drawings across the sea" de Tom Stanley na CMAS


Drawings across the sea é o título da exposição de desenhos de Tom Stanley, que irá inaugurar na próxima sexta-feira, dia 17, pelas 21h30 na Casa-Museu Abel Salazar.

Tom Stanley é um artista norte-americano e diretor do Departamento de Belas-Artes da Universidade de Winthrop, na Carolina do Sul. Foi também diretor das galerias universitárias de Winthrop entre 1990 e 2010 e curador de diversos projetos de arte com ênfase na responsabilidade social, que interligam as comunidades locais, artistas autodidatas e arte denominada erudita.

Como autor começa a explorar as artes visuais nos anos 60, com pinturas onde integrou símbolos musicais. O seu trabalho advém da exploração da memória pessoal, do seu interesse por arte folk contemporânea, por arte bruta e por desenhos de peças mecânicas. Integra a improvisação, a resposta automática, a colagem e a assemblagem visual nas suas pinturas e desenhos, onde recorrentemente se vislumbram formas de pendor gestual que interagem com formas geométricas.

Participou em diversas exposições individuais e coletivas e desenvolveu diversos projetos de arte pública para várias instituições norte-americanas, onde se encontra representado.

Esta exposição é parte integrante de uma parceria entre a Universidade do Porto e a Universidade de Winthrop, que prevê também o estudo da correspondência que Abel Salazar manteve com diversas universidades e institutos de ciência norte-americanos.

Drawings across the sea estará patente até 17 de setembro.

A entrada é livre.

06/06/2016

“Detalhes” poéticos na Casa-Museu Abel Salazar | 11 jun. 17h30

Como forma de assinalar o encerramento da exposição “Detalhes”, a Casa-Museu Abel Salazar promove, no próximo dia 11 de junho, pelas 17h30, uma sessão poética inspirada no universo desta exposição, onde seis artistas contemporâneos  apresentam trabalhos relacionados direta ou indiretamente com a vida e obra de Abel Salazar.


O que aconteceria se o bispo de beja viesse ao porto e dissesse que era napoleão é o título desta finissage cuja organização promete ser uma viagem “do neo-realismo ao surrealismo, com paragem obrigatória nas Devesas”, com a participação de Adriana Faria, Carlos França (curador da exposição), Cristiana Sabino, João Gesta e Manuela Gomes.

Até ao encerramento, agendado para 11 de junho, a exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, entre as 9h30 e as 12h30 e entre as 14h30 e as 17h00, e ao sábado, das 14h30 às 17h00.

31/05/2016

Leilão | 4 de junho, 16h00 | Salão Nobre da Reitoria da U.Porto

A Casa-Museu Abel Salazar organizou um leilão que se realizará no próximo dia 4 de junho (sábado) no Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Porto, pelas 16h00. A exposição inaugura no dia 3 de Junho, para que todos possam conhecer as obras a leilão.

Contamos com todos os associados e amigos da CMAS.